Técnico da Venezuela após empate com Brasil: “Viva o VAR”

O árbitro de vídeo (VAR) voltou a salvar a Venezuela na Copa América na terça-feira, anulando dois gols do Brasil e garantindo um surpreendente empate por 0 x 0 aos venezuelanos em partida do Grupo A disputada em Salvador.

O Brasil, que ainda teve outro gol anulado pelo árbitro, não conseguiu superar a defesa venezuelana, em mais uma atuação abaixo do nível esperado pela torcida, que voltou a vaiar a equipe assim como antes dos gols no segundo tempo que garantiram vitória por 3 x 0 contra a Bolívia na estreia, informa o Terra.

Roberto Firmino teve um gol anulado no primeiro tempo por uma falta cometida em um defensor adversário, e na etapa final o VAR anulou gols de Gabriel Jesus e Phillippe Coutinho, em ambos os casos por interferência de Firmino – no primeiro lance o atacante estava impedido e no segundo aparentemente tocou com a mão na bola.

Depois da partida, o técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, fez elogios à tecnologia, que já salvou sua equipe em quatro oportunidades na Copa América – o Peru também teve dois gols anulados pelo VAR no empate por 0 x 0 com a Venezuela na primeira rodada.

“Vida longa ao VAR”, disse Dudamel. “Fizemos uma partida quase perfeita contra um time de capacidades individuais brilhantes. O Brasil nos testou, mas o time entendeu o que precisava ser feito e lembrou das táticas necessárias”.

“Esse é um resultado histórico para nós”, acrescentou.

Com o resultado, o Brasil lidera o Grupo A com 4 pontos, empatado com o Peru –que venceu a Bolívia por 3 x 1– mas com melhor saldo de gols.

Brasil e Peru vão se enfrentar no sábado no último jogo da chave precisando apenas de um empate para ambos se classificarem para as quartas de final.

19/06/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *